Mensagem de Abertura

Desde 2015 que as Nações Unidas desafiaram os povos, os governos, as organizações, as instituições e as associações a juntarem-se por uma causa comum, o Desenvolvimento Sustentável global para 2030, tendo em vista a criação de um novo modelo global para acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar de todos, proteger o ambiente e combater as alterações climáticas.

Esta nova abordagem, designada Agenda 2030, é constituída por 169 metas e 230 indicadores globais, que se estruturaram nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Desde a primeira hora que o Escutismo, a nível mundial, está envolvido e profundamente comprometido com esta Agenda, tendo sido chamado a participar ativamente através da OMME/WOSM na criação destas metas e objetivos.

Em Portugal, o CNE, através do Departamento Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, tem vindo a trabalhar na divulgação e sensibilização para a importância de todos nos unirmos na concretização destes objetivos, promovendo sessões de esclarecimento e produzindo um vasto conjunto de documentos que colocaram o CNE na linha da frente das instituições que mais se comprometeram e envolveram com os ODS no nosso País.

Agora chegou a hora de dar um passo em frente e, mais do que refletirmos, analisarmos e ponderarmos sobre todas as problemáticas que nos rodeiam e os desafios que temos de enfrentar, para contribuirmos para um Mundo Melhor. Chegou o momento de agir! De sermos verdadeiramente agentes da mudança, de sermos Escuteiros e sermos exemplo ao colocarmos em prática os nossos conhecimentos, as nossas capacidades e o nosso espírito de serviço.

É chegado o momento de contribuirmos ativamente para uma mudança urgente nos nossos comportamentos e atitudes individuais e coletivas, relativamente ao ambiente e à sociedade, por forma a contribuirmos para um mundo mais justo e mas pacifico, combatendo as desigualdades, a pobreza e a fome, “não deixando ninguém para trás”, lema instituído pela Nações Unidas para os 17 ODS e que, para nós Escuteiros, faz parte da nossa forma de construir o mundo.

Todos estes desafios que compõe os 17 ODS pretendem ser uma forma de o mundo inteiro fazer uma promessa para conseguir melhorar. Por isso, o CNE lança este Compromisso 2030, uma forma de ajudarmos a que todos nós em nossa casa, na nossa sede, na nossa escola, individualmente ou em Bando, Patrulha, Secção ou mesmo em Agrupamento possamos fazer o que BP nos deixou como missão na sua última mensagem, deixar o mundo um pouco melhor do que o encontrámos…

Através dos desafios propostos no Compromisso 2030, diferenciados por secções, encontrarão sugestões e ideias de incitativas e atividades que ajudam a cumprir cada um dos 17 ODS, mas também a oportunidade de poderem contribuir com novas ideias e novas formas de cumprir os ODS, que podem enviar para o DNODS, por forma a enriquecer a oferta de sugestões e propostas.

Fica o desafio para que cada um de nós assuma ser Agente para a mudança e que comece já hoje a assumir este Compromisso 2030 para um mundo mais sustentável. As gerações futuras e o Planeta agradecem.

José Rodrigues

Secretário Nacional para o Ambiente e Sustentabilidade

 

 

A Equipa: o Secretário Nacional para o Ambiente e Sustentabilidade – José Rodrigues, o Secretário Nacional Adjunto para o Ambiente e Sustentabilidade – Sérgio Mouta, e o Departamento Nacional dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Joana Bacelar (Coordenadora), Sara Rodrigues (Coordenadora Adjunta e Área do Planeta), Inês Faria (Área da Prosperidade), Pedro Valente (Área das Pessoas), Luísa Ventura (Área das Pessoas) e Pedro Cabrita (Áreas da Paz e Parcerias).